segunda-feira, 19 de julho de 2010

Realizando Sonhos



Definimos sonho como um desejo a ser conquistado, objetivos a serem alcançados em face a lutas, esforços e especialmente uma fé capaz de mover e vencer obstáculos e desafios.
Camus também a define dizendo: ”E no meio do inverno eu descobri que dentro de mim havia um verão invencível…” Foi exatamente isso que Bartimeu percebeu e sentiu. Buscou a realização do seu sonho mesmo diante dos grandes desafios.

Eu...



espero por você...
o tempo que for...
nós vamos estar juntos...
mais uma vez!

Não quero que alguém...



...morra de amor por mim. Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto a mim, abraçando-me. Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade. Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto gostem de mim, nem que eu faça a falta que elas me fazem. O importante, para mim, é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível, e que esse momento será inesquecível. Só quero que meu sentimento seja valorizado. Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre, e que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor. Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto. Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo o que tenho.

Não vou viver como alguém,



que só espera um novo amor. há outras coisas no caminho onde eu vou, as vezes ando só, trocando passos com a solidão. momentos que são meus e que não abro mão, já sei olhar o rio por onde a vida passa sem me precipitar e nem perder a hora. escuto no silêncio que há em mim e basta, outro tempo começou pra mim agora. é, mas tenho ainda muita coisa pra arrumar, promessas que me fiz e que ainda não cumpri, palavras me aguardam o tempo exato pra falar, coisas minhas, talvez você nem queira ouvir.
Loading...